Nu mai mă depărtez de el, el mi-a dat demnitate.

el e un tip inteligent, el a înțeles și mi-a plătit. în seara asta toți au fost fantastice, experți, cum ar fi tinerii, nu trato un spate ro dovedind că viitorul este urmărită. ” Lacrimile de bucurie Alexander Velotto. .. Getty Tempesti – Stefano Tempesti: „E frumos Am întâmpinat multe dificultăți, dar am reușit să le depășească cu mare dorință și determinare Acest bronz este în valoare ca aurul, pentru că a câștigat împotriva oponenților mari am visat să se închidă la fel de bine, cu o medalie. coroana de douăzeci de ani de carieră, mai mult de 400 de apariții și cinci Jocurile Olimpice întotdeauna un protagonist mulțumită colegii mei. ” Și Christian Presciutti:. „I-am spus băieților să continue să joace Am jucat un turneu mare in ciuda leziuni Aicardi și Bodegas Ne-am dorit să ne valorificați această medalie este în valoare de aur am dat atât de mult la acest plafon, și m-am mai am dorit medalia…. Ler mais

Um total de 89 equipes, representando 64 clubes da Premier League, Football League e da National League, será no site Wythenshawe da Universidade de Manchester.

Espero que isso dê aos nossos rapazes muita perspectiva. Certamente me deu isso. Como ex-jogador profissional na Premier League, Les Ferdinand entende a importância de os jogadores da Academia estarem expostos aos mundos que estão visitando e por isso ficou satisfeito em ver a educação dos garotos sendo ampliada enquanto em Mumbai. Quando eles vão a algum lugar e vêem como as outras pessoas vivem, é uma grande surpresa, disse Ferdinand, agora diretor de futebol do Queens Park Rangers. Eu acho que é uma habilidade de boa vida que eles aprenderam esta semana. Corrida pela bota de ouro: Mohamed SalahLuis Garcia elogia ‘brilhante’ Sadio Mane External LinkCompanheiros de equipe do palácio ajudando crianças em idade escolarÁrbitros indicados para o Matchweek 32Sterling brilha novamente quando a Inglaterra bateu cinco External LinkCity 1xbet levantamentos anuncia jogos de pré-temporada na China External LinkTroféu da Ásia para aumentar o apoio da Liga ao futebol chinêsCity anuncia jogos de pré-temporada na China External LinkDeclaração conjunta da FA, Premier League e EFLAcademias inspiradas pelo programa de igualdadeCorrida pela bota de ouro: Raheem SterlingEstrelas do Liverpool devem voltar em vantagem para o título Jurgen Klopp External LinkEstrelas da cidade em serviço internacional External LinkAnálise de TIC: Ignore Sterling por sua conta e riscoAprenda sobre os auxiliares de jogo profissional
Transferências Quantos empréstimos são permitidos para clubes da Premier League? Ler mais

Cérebro saudável Apoio Domiciliário

Cérebro saudável

Transpirar na sauna ajuda a manter o cérebro saudável

O estudo vem do país em que a sauna é tradição: investigadores finlandeses garantem que umas horas de transpiração por dia ajuda a manter o cérebro saudável e a prevenir doenças como Alzheimer.

Para um Acompanhamento Personalizado solicite a AudazAjuda.

Há já 20 anos que os investigadores da Universidade da Finlândia Leste acompanham um grupo de 2300 homens, atualmente de meia-idade. Concluíram que aqueles que frequentam a sauna de dois a sete dias por semana têm 66% menos probabilidade de desenvolverem demência e 65% menos de desenvolverem Alzheimer, do que aqueles que só vão à sauna uma vez por semana.

“Tivemos em conta outros fatores, como a atividade física ou fatores socioeconómicos. Existe de facto um efeito da sauna nestes resultados”, garante o investigador e professor de medicina Jari Laukkanen. Salienta no entanto que este estudo apenas se debruçou sobre homens finlandeses e que será interessante fazer outros com diferentes grupos etários e outras nacionalidades.

As conclusões da investigação, publicada na revista científica Age and Ageing, vão ainda mais longe, sugerido que os benefícios se estendam do cérebro ao coração.
Os homens que frequentam a sauna sete vezes por semana têm menos probabilidade de morrer com doenças cardíacas, comparando com aqueles que vão à sauna uma vez por semana. “Na sauna, o batimento cardíaco aumenta à medida que começamos a transpirar. É um pouco como o exercício físico”, explica Laukkanen. “Depois da sauna, a pressão arterial está mais baixa”.

News source: Sic Notícias.

Apoio Domiciliário manter o cérebro saudável, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

esclerose lateral amiotrófica, apoio domiciliário lisboa

Apoio Domiciliário a portadores de esclerose lateral amiotrófica

Apoio Domiciliário a pacientes completamente paralisados conseguiram comunicar pela primeira vez

Pacientes totalmente paralisados,  Apoio Domiciliário a portadores de esclerose lateral amiotrófica, conseguiram comunicar, pela primeira vez, através de um computador que lê os sinais cerebrais. Para Acompanhamento Domiciliar solicite a AUDAZAJUDA.

Pacientes completamente paralisados conseguiram comunicar, pela primeira vez, através de um computador que lê sinais cerebrais, conta a BBC. Com este método, e por intermédio da leitura de pensamentos, os doentes conseguiram estar aptos para responder a perguntas básicas, como “sim” e “não”. A utilização deste computador foi feita no âmbito de um estudo, publicado na revista PLOS Biology, e foi testado em quatro pessoas do Centro Wyss, na Suíça. Esses pacientes sofrem de esclerose lateral amiotrófica, uma doença neurodegenerativa progressiva, na qual o cérebro acaba por perder, ao longo do tempo, a capacidade de controlar todos os músculos do corpo. Apesar dos doentes perderem a capacidade motora, ainda possuem capacidade de pensar e raciocinar e alguns conseguem até comunicar a partir do movimento dos olhos. Contudo, e neste caso, nenhum dos quatro conseguia fazê-lo.

Ujwal Chaudhary, professor e um dos responsáveis pela investigação, considera este avanço tecnológico uma mais valia para os pacientes.

Isto faz uma grande diferença na qualidade de vida de cada um dos doentes. Imagine-se que as pessoas não tinham quaisquer meios de comunicação e de repente conseguiam dizer ‘sim’ ou ‘não’, isso provocaria um grande impacto”, explica Ujwal Chaudhary.

A atividade das células do cérebro pode alterar os níveis de oxigénio no sangue o que, por sua vez, poderá vir a alterar a cor do sangue. Segundo o que explica o investigador, a máquina de leitura de sinais cerebrais, com uma precisão de 75%, possibilitou-lhe olhar e retirar informação das caraterísticas do cérebro dos quatro pacientes, usando uma luz que detetou a cor do sangue, através de uma técnica chamada near-infrared spectroscopy(espectroscopia no infravermelho próximo, em português). Foi a partir daí que tudo começou e se deu o fenómeno da comunicação com os doentes paralisados.

Este método está a ser utilizado agora para questões básicas dia a dia, como perceber se os portadores da doença têm dores ou se querem uma visita de familiares.

News source: Observador.

Apoio Domiciliário para doente com esclerose lateral amiotrófica, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

radioterapia

Algarve vai ter radioterapia

Algarve vai ter radioterapia de última geração para doentes oncológicos. Novo equipamento causará menos efeitos secundários

O Algarve vai ter em janeiro um equipamento de radioterapia de última geração que vai permitir tratar os doentes com cancro em períodos mais curtos e com menos efeitos secundários, disse o diretor clínico da Unidade de Radioterapia do Algarve.

O novo acelerador linear que está a ser instalado naquela unidade, em Faro, dispõe de uma tecnologia mais avançada relativamente à máquina que já ali existia, permitindo acelerar os tempos de tratamento e emitir menos radiações para os tecidos saudáveis dos doentes, explicou à Lusa Guy Vieira.

“Este novo equipamento é mais assertivo e à partida causará menos efeitos secundários porque temos uma redução nas margens do campo de tratamento”, declarou, observando que a nova máquina permite “administrar a mesma dose [de radiação] em menos tempo”, pelo que o tempo de tratamento será “menor do que nas outras”.

A máquina deverá entrar em funcionamento a partir de janeiro, depois de ser submetida a testes para verificar se não há fugas de radiação, acrescentou o médico oncologista, sublinhando que só depois será emitida a licença para começar a tratar os doentes.

O novo equipamento vai permitir que os doentes se submetam a tratamentos específicos e mais complexos, através de tecnologia “de ponta”, evitando que tenham que deslocar-se a outras zonas do país, referiu Guy Vieira.

Uma das novas técnicas disponibilizadas é a radioterapia guiada por imagem, sistema automatizado que possibilita a colocação do paciente no local certo por situar, de forma mais exata, o tumor em causa.

“São máquinas mais eficazes e a precisão não tem tanto a ver com o feixe de energia, mas mais com o sistema de localização e deteção do tumor”, precisou Guy Vieira.

Para o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve, trata-se de um “grande avanço” em relação ao aparelho de radioterapia que já existia naquela unidade, inaugurada há dez anos.

“Já permite fazer tratamentos oncológicos mais complexos, o que o anterior não permitia, e acaba por ser uma grande mais valia para a população do Algarve”, disse João Moura Reis à Lusa, sublinhando que a máquina mais antiga também se manterá em funcionamento.

Segundo aquele responsável, está também a ser estudada a instalação, no Algarve, de um aparelho para a deteção do cancro que combina dois tipos de exames – a Tomografia por Emissão de Positrões (PET) e a Tomografia Axial Computorizada (TAC).

O PET TAC, sigla pela qual é conhecido o aparelho, é um meio de diagnóstico da área da Medicina Nuclear que possibilita a deteção e a determinação do estadiamento da doença.

News source: DN.

Apoio Domiciliário para doente em tratamento de Radioterapia, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

Cimento Biológico

Cimento Biológico

Cimento Biológico,  os investigadores adicionaram estrôncio manganês e açúcar aos habituais ingredientes que formam o cimento, resultando numa melhoria do desempenho biológico do mesmo

Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) desenvolveu um novo tipo de cimento ósseo com características que considera muito promissoras para a reparação de vértebras fraturadas, anunciou esta quinta-feira a instituição.

De acordo com informação avançada pela UA, os investigadores adicionaram, pela primeira vez, estrôncio, manganês e açúcar aos habituais ingredientes, o que resultou numa melhoria do desempenho biológico do cimento bem como das suas propriedades mecânicas.

Estes fatores tornam este cimento desenvolvido na UA “muito promissor para regeneração óssea e engenharia de tecidos e em particular na reparação de vértebras fraturadas” devido, por exemplo, à osteoporose ou a acidentes, referiu Paula Torres, investigadora do Departamento de Engenharia de Materiais e Cerâmica (DEMaC).

A investigadora desenvolveu este material inovador no âmbito do seu doutoramento em Ciência e Engenharia de Materiais na UA, que começou há cinco anos.

O trabalho contou com a colaboração de investigadores de outros departamentos da UA e de outras instituições nacionais e da Robert Mathys Stiftung Foundation, na Suíça.

Segundo a nota da UA, os resultados obtidos ao longo das várias fases do estudo culminaram na obtenção de um cimento com propriedades gerais muito promissoras.

“Com base nestes resultados, pode concluir-se que os objetivos inicialmente estabelecidos foram alcançados com um grau de satisfação relativamente elevado”, congratula-se Paula Torres, adiantando que a próxima fase é levar o cimento para testes ‘in vivo’, isto é em animais.

News source: DN.

Apoio Domiciliário Lisboa, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

Boas Práticas em Saúde

Boas Práticas em Saúde

Unidade de Hospitalização Domiciliária do Garcia de Orta venceu prémio de Boas Práticas em Saúde

O Hospital Garcia de Orta (HGO) venceu o primeiro prémio na 10.ª Edição do Encontro do Prémio de Boas Práticas em Saúde, pela Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) de doentes agudos, anunciou aquela unidade hospitalar.
Um acompanhamento que deverá estar a cargo de profissionais com formação e experiência. Qualquer dúvida contacte AudazAjuda, Apoio Domiciliário.

O Hospital Garcia de Orta (HGO) venceu o primeiro prémio na 10.ª Edição do Encontro do Prémio de Boas Práticas em Saúde, pela Unidade de Hospitalização Domiciliária (UHD) de doentes agudos, anunciou esta quinta-feira aquela unidade hospitalar.

O projeto desenvolvido no Hospital Garcia de Orta foi distinguido, esta quarta-feira, com o prémio atribuído pela 10.ª edição do Encontro do Prémio de Boas Práticas em Saúde, organizado pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar (APDH), a Direção-Geral da Saúde, Administração Central do Sistema da Saúde e as Administrações Regionais de Saúde.

Pioneiro em Portugal, este serviço do Hospital Garcia de Orta é um modelo de assistência hospitalar que se caracteriza pela prestação de cuidados no domicílio a doentes agudos, desde que as condições biológicas, psicológicas e sociais dos pacientes o permitam.

A opção pelo internamento domiciliário, como refere uma nota de imprensa do Hospital Garcia de Orta, pode ser colocada:

Na admissão do doente no serviço de urgência, na consulta externa e no Hospital de Dia, e exige um diagnóstico claro, a estabilidade clínica e a possibilidade de controlar as co-mobilidades no domicílio.
Os doentes referenciados são submetidos a uma avaliação multidisciplinar em três eixos — médico, enfermeiro e assistente social — para se verificar se reúnem condições necessárias para usufruírem do serviço prestado pela Unidade de Hospitalização Domiciliária.

Desde que iniciou a atividade no final de 2015, a UHD disponibiliza um serviço com o mesmo rigor clínico do hospital para alguns doentes que, apesar dos problemas de saúde que apresentam, não necessitem de permanecer do hospital para prosseguirem os tratamentos necessários.

De acordo com o Hospital Garcia de Orta, a UHD já admitiu um total de 270 doentes que beneficiam daquele serviço, em média, cerca de oito dias e meio. Os principais beneficiários são doentes com infeções (rim/vias urinárias e da pele), insuficiência cardíaca e patologias respiratórias.

O Hospital Garcia de Orta revela ainda que os dados disponíveis evidenciam uma redução na taxa de complicações, nomeadamente infeções, e um elevado grau de satisfação dos doentes e das famílias com este serviço hospitalização domiciliária.

News source: Observador

Apoio Domiciliário Boas Práticas em Saúde, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

Tratamento do cancro

Tratamento do cancro

Investigador português desenvolve técnica inovadora no tratamento do cancro.

O novo método permite tratar as células cancerígenas sem danificar os órgãos saudáveis.
O português Gonçalo Bernardes lidera uma equipa multidisciplinar de 26 investigadores de dez nacionalidades. Os ensaios decorrem entre o Departamento de Química em Cambridge e o Laboratório instalado no Instituto de Medicina Molecular, em Lisboa. Noticia RTP
Para acompanhar estas e outras patologias a AudazAjuda dá uma resposta profissional nos Cuidados Domiciliários.

Portugal lidera um consórcio europeu que se propõe desenvolver uma nova terapia para o cancro, que mata o tumor sem causar danos nas células saudáveis, como acontece com as terapêuticas convencionais como a quimioterapia. O investigador Gonçalo Bernardes, coordenador do projecto, lembrou à Lusa que “as drogas que são actualmente usadas não conseguem distinguir a célula saudável de uma célula cancerígena”.

Nesse sentido, adiantou, o que o consórcio pretende fazer “é conjugar essas drogas com umas moléculas que se chamam anticorpos, que são específicos para moléculas que estão presentes na superfície das células cancerígenas e, dessa forma, direcionar as drogas convencionais para as células cancerígenas”.

Segundo Gonçalo Bernardes, coordenador do Laboratório de Biologia Química e Biotecnologia Farmacêutica do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa (IMML), podendo aumentar-se a concentração das drogas tóxicas no tumor, sem atingir as células saudáveis, aumenta-se a eficácia do tratamento e a eliminação de células cancerígenas.

A equipa de trabalho, que agrega 30 a 40 elementos, espera usar este novo tratamento como primeira medicação para o tratamento do cancro, de qualquer tipo de cancro, tendo em conta o seu estado de desenvolvimento.

O projecto obteve um financiamento de 2,5 milhões de euros para quatro anos, do programa europeu de bolsas “Acções Marie Curie”, que permitirá criar a nova classe de moléculas — os anticorpos conjugados com moléculas tóxicas — e testá-la em ratinhos. Do consórcio europeu fazem parte instituições académicas e laboratórios farmacêuticos de Portugal, Espanha, Reino Unido, França, Alemanha, Áustria e Suíça. Portugal está representado pelo IMML e pela Faculdade de Farmácia de Lisboa.

News source: P3

Apoio Domiciliário para pessoas em Tratamento do cancro, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

Prótese da anca

Cirugia inovadora à prótese da anca

Prótese da anca, foi realizada, na cidade do Porto uma das primeiras cirurgias do género em Portugal. Esta intervenção tratou se de uma revisão da prótese da anca totalmente feita à medida do doente, com um material inovador como explica o dr. Pinto de Freitas, responsável por este procedimento de ultima geração.

É feita uma imagem do osso do paciente, enviado para os EUA e realizada a prótese em metal trabecular, que é colocado no paciente e invadido pelo osso deste. Com esta técnica, a nova prótese de metal durará a vida de quem a recebe.

“ Este metal permite revitalizar os tecidos e o osso e essa é a grande inovação”, acresceente Pinto de Freitas

In Revista Hospital Lusíadas, Setembro 2016, Dr. Pinto de Freitas

 

Prótese da anca

Apoio Domiciliário para pessoas com Prótese da anca, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook

Envelhecer com saúde

Envelhecer com saúde

Envelhecer com saúde, porque o processo de envelhecimento não tem de ser encarado como uma experiência má, há que fazer de tudo para que a nossa longevidade se torne mais aprazível.

Preservar as relações familiares, o exercício físico adequado e a alimentação são factores de extrema importância. Bem sabemos que nem sempre a saúde nos ajuda, mas com acompanhamento devido e força de vontade tudo se consegue.

Ingira água, dê uma caminhada e sorria são acções que o beneficiam mesmo sem grande esforço.

Envelhecer com saúde, autonomia e independência, o mais tempo possível, constitui hoje, um desafio à responsabilidade individual e coletiva, com tradução significativa no desenvolvimento económico dos países. Atualmente a OMS considera como desafio, aumentar a expetativa de vida ativa dos idosos e, consequentemente, uma melhor qualidade de vida.

Apoio Domiciliário, envelhecer com saúde, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook