AudazAjuda, Apoio Domiciliário

Dia Mundial de Combate ao AVC

Neste dia em que se assinala o Dia Mundial de Combate ao AVC, a rápida resposta do socorro é fundamental. A AudazAjuda – Apoio domiciliário em Lisboa, partilha o significado do símbolo internacional da emergência médica. A rápida acção do INEM é essencial.

 

AudazAjuda, Apoio Domiciliário

Amor ao Próximo!

 

São coisas que nunca saem de moda:

Respeito, Gentileza, Tolerância, Delicadeza e Amor ao próximo
Mais uma partilha AudazAjuda Apoio domiciliário em Lisboa, cheia de sabedoria!

AudazAjuda, Apoio Domiciliário

Cuidados Paliativos

 

Uma realidade que a AudazAjuda se esforça por mudar

“Um estudo da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) concluiu que os distritos de Aveiro, Leiria e Santarém e os Açores não têm cuidados paliativos e que metade dos doentes referenciados morre sem acesso a este tipo de assistência.
“A oferta de cuidados paliativos é a que mais se distancia das metas inicialmente delineadas, devido à quase total inexistência de equipas comunitárias de cuidados paliativos hospitalares e domiciliários
A propósito do Dia Mundial dos Cuidados Paliativos, que se assinala sábado, a associação divulgou um estudo que se baseou na análise do desenvolvimento destes cuidados desde 1988.
“Até à data, os passos que foram dados em Portugal são residuais para que a integração deste serviço seja uma realidade. Continuam a morrer pessoas todos os dias sem acesso aos cuidados paliativos“, refere o presidente da APCP e o principal relator do estudo, Manuel Luís Capela” Fonte Semanário SOL

AudazAjuda, Apoio Domiciliário

Alvará Segurança Social

 

A AudazAjuda já renovou o seu alvará, 52/2014. Sempre com as melhores profissionais e com o humanismo presente.
AudazAjuda, valorizamos a vida…

relogio_teleassistencia_apoio_domiciliario

Nova solução de teleassistência

 

A Tcare, novo parceiro da AudazAjuda, apresenta a solução para garantir o apoio telefónico de um enfermeiro ou outro profissional de saúde sempre que necessitar ou em caso de emergência. Um serviço prestado com equipamento portátil de segurança, devidamente certificado.

O equipamento inovador semelhante a um relógio de pulso, que funciona como um telemóvel e alerta quem o pode ajudar, premindo apenas 1 botão. Funciona 24 horas por dia/365 dias por ano, com atendimento por enfermeiros, que ao receberem as suas chamadas, avaliam a situação e o encaminham para a assistência necessária. O centro de assistência TCare permite ainda fazer chamadas de acompanhamento genérico ou avisos, como os de toma de medicação ou consultas.

Para mais informações contacte nos.

capmanha_verao_ginasio

Promoção de Verão

 

 

A AudazAjuda continua a promover os seus serviços.

Por cada contrato celebrado até final do mês de Julho, oferecemos um desconto de 10% nos Serviços de Apoio Domiciliário e Sessões de Ginástica Geriátrica*

* Oferta válida em contratos superiores a 12 horas/ diárias

temperaturas_subir

Temperaturas a subir

 

Finalmente chegou a Verão, não só lhe demos as boas vindas no dia 21 de Junho, como brindamos o aparecimento do Sol e das temperaturas quentes. No entanto alertamos para alguns riscos que o ar quente poderá trazer.

A AudazAjuda apresenta o Plano de Contingência de Calor, onde apresenta alguns sintomas e cuidados a ter com o calor na população idosa.

Ver Pdf

AudazAjuda, Apoio Domiciliário

Preste atenção no idoso!

Para um idoso familiar ou amigo que vive sozinho

Como você sabe quando é hora de ajudar um idoso que está tendo dificuldades nas atividades do dia-a-dia? Está ficando mais dependente? As perguntas deste questionário podem ajudá-lo a tomar essa decisão.

Viver em segurança

1. O idoso tem sofrido acidentes devido à fraqueza, tonturas ou incapacidade de andar com segurança?

2. Existem condições perigosas na casa do idoso, por exemplo, banheiro sem alças no box e no vaso, escada perigosa ou muitos desníveis de solo pela casa?

3. O idoso se recusa a usar cadeira de rodas, andador ou dispositivo auxiliar para se mover com segurança, caso precise?

4. O idoso fala sempre em morte, vontade de morrer ou que a vida já não vale mais a pena? Ou reclama de muita solidão?

Alimentação

1. O idoso não consegue ou não gosta mais de cozinhar? Ou não tem mais ninguém em sua casa, que cozinhe para ele?

2. O idoso está com alguma doença mais séria, anemia, perda de peso ou algum outro quadro sugestivo de desnutrição?

3. Será que o idoso come somente alimentos  industrializados (biscoitos e frituras), evitando comida de sal ou frutas e legumes?

4. É comum o idoso reclamar que se esqueceu de comer? Ou você percebe que ele salta refeições?

Auto cuidado e higiene pessoal

1. Percebe que o idoso não toma banho diariamente e que apresenta sempre aquele cheiro característico de urina, na roupa?

2. O idoso costuma ter problemas de incontinência e reclama que não dá tempo para chegar ao banheiro?

3. O idoso quase nunca está  limpo, asseado, com boa higiene bucal e cabelos lavados e escovados? O idoso não troca diariamente suas roupas, não se veste com roupas adequadas?

4. Sua roupa de cama nunca está limpa, sem cheiros de urina e são trocadas semanalmente?

Uso de medicamentos e consultas com o médico

1. Será que o idoso se esquece de tomar os medicamentos prescritos pelo seu médico?

2. É comum o idoso tomar uma dose inadequada de medicamentos, propositadamente ou acidentalmente?

3.  O idoso sabe manusear bem os remédios que toma? Sabe ler e interpretar uma receita médica? Consegue contar as gotas do medicamento ou a quantidade de mililitros de um xarope ou solução?

4. Percebe que o idoso é incapaz de pedir ajuda em caso de uma emergência?

5. Os problemas de audição do idoso afeta a capacidade em pedir por telefone ajuda de familiares, vizinhos e amigos?

6. O idoso esquece com frequência de ir às consultas médicas agendadas?

Gerenciar a própria vida

1. O idoso tem dificuldade de lidar com o seu dinheiro? Faz confusão com conta bancária? É incapaz de lidar com caixa eletrónico e extratos bancários?

2. É comum o idoso se perder na rua e sempre tem algum desconhecido ou vizinho ajudando a voltar para sua casa?

3. O idoso esquece frequentemente do nome dos netos, dos sobrinhos ou dos filhos?

4. Percebe que o idoso vem apresentando comportamentos inadequados, socialmente inapropriados e que não reflete seu temperamento e caráter usual?

5. Os familiares, vizinhos ou amigos percebem que o idoso reclama muito de pessoas, conhecidas ou não, que estão perseguindo ou roubando seus pertences? Estão achando o idoso muito desconfiado ou agressivo?

Todas as perguntas foram formuladas para responder SIM OU NÃO. Quanto mais independente e autônomo for o idoso, mais respostas NÃO você responderá. Ao contrário, quanto mais dependente e frágil  for o idoso em questão, mais respostas SIM serão assinaladas. Veja aos orientações que oferecemos abaixo:

  • Poucas respostas SIM podem significar algum problema de saúde ou social pontuais, talvez mais fáceis de solucionar. Mas que se for deixado de lado, poderá colocar a qualidade de vida do idoso em xeque, no futuro. Nesses casos, o acompanhamento e supervisão de algum familiar, de amigos e vizinhos ajudarão muito.
  • Se a maioria das respostas for SIM, retrata claramente que o idoso ou a idosa em questão vem apresentando dificuldades sérias para gerenciar e cuidar de sua própria vida e que alguma doença ou condição de saúde ou familiar está bastante afetada. Esse idoso (ou idosa) deverá ser monitorado e ter o apoio familiar para ajudar a cuidar e acompanhar a sua vida. Também deverá ir a uma consulta ao geriatra, avaliando a questão de seus problemas levantados, da dependência e quais as suas possíveis causas, bem como um plano de reabilitação e tratamento.

source: cuidardeidosos.com.br

AudazAjuda, Apoio Domiciliário

Campanha de Verão Fitness

 

Durante o mês de Junho a AudazAjuda oferece a todos os novos clientes*, 2 meses de ginástica sénior. Acompanhamento dado pelo nosso técnico de fisioterapia, com avaliação inicial e 1 treino assistido. Tudo no conforto do seu lar.
*Contratos assinados a partir de 1 até 30 de Junho