Idosos: Os cuidados com a pele no Verão

audaz-ajuda-idosos-os-cuidados-com-a-pele-no-verãoDurante o processo de envelhecimento a pele sofre algumas alterações tornando-se mais fina, menos hidratada e com elasticidade reduzida. Os idosos têm uma maior dificuldade em manter a temperatura corporal e, por isso, têm mais hipóteses de sofrerem de hipertermia (quando o corpo fica muito quente). Por tal motivo, a pele torna-se mais sensível, necessitando de cuidados especiais, principalmente no verão.

Quais os cuidados a ter?

  • Hidratar a pele do idoso

É importante usar hidratantes apropriados para a pele mais envelhecida, principalmente após o banho do idoso, pois proporcionará mais firmeza e elasticidade à pele. Além disso, ajuda na hidratação e evita que a pele comece a descamar, um fator que pode originar feridas.

No que diz respeito à hidratação da pele dos idosos, a Audaz Ajuda pode ajudar nesse sentido, com o Creme Hidratante ATL ou com o Creme Hidratante ARTMED ECO. A hidratação deve ser feita pelo menos duas vezes ao dia, ou seja, nos horários de higienização corporal.

Este cuidado não pode ser esquecido e deve estar incluído nos cuidados básicos diários para que sejam evitados problemas futuros na pele do idoso.

É fundamental:

  • Evitar múltiplos banhos
  • Evitar o uso de sabonetes antissépticos
  • Evitar banhos muito quentes.
  • Ter uma alimentação saudável

Os prestadores de cuidados poderão ajudar os idosos a cuidar da sua alimentação ao proporcionarem refeições equilibradas e ricas em nutrientes que ajudam a manter não só a saúde da pele, mas também a saúde de um corpo completo. Uma alimentação com boas proteínas, cálcio e colágeno ajuda a repor boa parte de tudo o que é necessário para uma pele saudável.

A alimentação correta garante vitaminas e nutrientes com ações anti-inflamatórias essenciais para a pele, contribuindo para a sua hidratação.

É importante escolher alimentos que possuam mais líquidos, como legumes e frutas. Os responsáveis pelo idoso devem incentivar também a ingestão de água com maior frequência.

  • Não esquecer o protetor solar na exposição ao sol

A vitamina D é muito importante para a pele, no entanto os raios UVA e UVB são extremamente prejudiciais, principalmente quando se trata de uma pele sensível e com a constante perda natural de colágeno.

É fundamental colocar protetor solar no idoso sempre que este estiver exposto ao sol, principalmente na zona do rosto, braços e pernas. Pois, são os locais mais expostos e que recebem a maior carga de raios prejudiciais para a pele.

  • A realização de exercício físico

A realização de exercício físico no verão deve ser feita nos horários em que o calor seja menos intenso. Isto porque os idosos apresentam uma maior dificuldade em se adaptarem a ambientes com altas temperaturas.

Para além disso, o idoso deve estar sempre acompanhado de uma garrafa de água e utilizar protetor solar.

Os cuidados fundamentais a ter com a pele do idoso devem ser baseados numa rotina previamente estabelecida e com o apoio de uma equipa médica especializada.


A Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:

Telefone: 210 936 938

Telemóvel: 936 142 313

E-mail: geral@audazajuda.pt

Cuidados a ter com um idoso vítima de um AVC

audaz-ajuda-Cuidados-a-ter-com-um-idoso-vítima-de-um-AVC

Neste artigo será abordado o conceito de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e, posteriormente, os cuidados e recomendações a ter para o auxílio dos idosos após sofrerem esta doença. O processo de reabilitação de um idoso depois de um AVC é provavelmente a parte mais fundamental da sua recuperação.

O que é um AVC?

O Acidente Vascular Cerebral é a principal causa de morte em Portugal. Em todo o mundo, é estimado que uma em cada seis pessoas terá um AVC. A cada segundo que passa, uma pessoa sofre esta enfermidade e a cada seis segundos esta doença é responsável pela morte de alguém.

Um AVC ocorre quando uma determinada região do cérebro deixa de receber sangue, provocando uma paralisia total ou parcial dessa área cerebral. Esta doença acontece de um momento para o outro e sem aviso prévio, no entanto os seus sintomas são praticamente imediatos. Dependendo sempre do local afetado no cérebro, o doente pode apresentar diversos tipos de mazelas, entre as quais:

  • Paralisia de um lado do corpo
  • Boca torta
  • Perda da força no braço e/ou na perna
  • Dificuldades na fala
  • Visão dupla
  • Desequilíbrio
  • Desmaio
  • Alterações comportamentais
  • Perda de memória

Existem dois tipos de AVC: Isquémico e Hemorrágico. O primeiro está associado à obstrução de uma artéria ou vaso sanguíneo por um coágulo, que provoca a ausência de oxigénio e de nutrientes no cérebro. Já o segundo acontece quando um vaso sanguíneo se rompe, devido à alta pressão que é exercida sobre ele, acabando por o sangue se espalhar pela região do cérebro em que se encontra e causar uma hemorragia.

É importante referir que, apesar do AVC Hemorrágico ser o mais letal, cerca de 85% dos AVC que acontecem são do tipo Isquémico. Ao serem deste tipo, é mais provável que exista uma recuperação da doença a 100%.

Os idosos são a faixa etária que corre mais risco de sofrer sequelas desta doença. Para além deste grupo, pessoas diabéticas, hipertensas e que consumam alimentos muito gordurosos e bebidas alcoólicas também aumentam as chances de desenvolver um AVC.

Quando um idoso sofre desta doença, é bastante comum os familiares optarem por um cuidador pessoal para o auxiliarem em todo o processo de recuperação, sendo este composto por várias fases que vão ser abordadas seguidamente.

Cuidados a ter com um idoso vítima de um AVC

A American Stroke Society, associação americana de derrames, apontou alguns cuidados que devem ser tidos em conta por parte dos cuidadores pessoais na recuperação de um AVC no caso dos idosos. Vamos destacar agora algumas dessas recomendações:

  • Os cuidadores devem estar sempre esclarecidos sobre os sintomas que o AVC causou no paciente e o que deve fazer para este conseguir recuperá-los.
  • Reduzir riscos de um novo AVC: De que forma? Através de alimentação saudável, estímulo de atividade física se possível e um uso regular da medicação aconselhada pelo médico.
  • Em caso de queda do paciente, o cuidador deve levá-lo imediatamente às urgências.
  • Medição dos progressos da recuperação do idoso a cada semana.
  • O cuidador deve estar sempre atento às mudanças de humor do idoso. É normal que o paciente sinta tristeza por estar doente e exista o risco de ser desenvolvida uma depressão.

Para além destas recomendações, numa fase inicial, os cuidadores devem ajudar os idosos nas suas tarefas diárias, como escovar os dentes, tomar banho, vestir a roupa e refeições.

Sabemos que cuidar de alguém que sofreu um AVC é uma tarefa complicada e que requer bastante tempo do dia-a-dia de uma pessoa. A Audaz Ajuda conta com uma equipa experiente que o pode auxiliar em todo o processo de recuperação desta doença, de uma forma dedicada e personalizada.


Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:

Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Benefícios do Apoio Domiciliário a Idosos

audaz ajuda beneficios do apoio domiciliario a idosos

Neste artigo vai ser abordado primeiramente o conceito de Apoio Domiciliário a idosos, sendo depois explicados, de forma detalhada, os diversos benefícios que estão associados a este tipo de cuidado para esta faixa etária.

O Apoio Domiciliário reflete a prestação de cuidados a uma pessoa que se encontra na sua própria casa, mas numa situação de falta de independência física ou mental. Devido a encontrar-se neste estado débil, o idoso não consegue satisfazer as suas necessidades mais básicas, falhando até na realização das tarefas do quotidiano.

Este tipo de cuidados são uma alternativa cada vez mais válida e utilizada nos dias de hoje, permitindo aos idosos envelhecer em segurança num ambiente confortável e familiar. Os profissionais de apoio ao domicílio proporcionam aos idosos cuidados práticos, bem como auxílio no seu espetro emocional e de rotina da vida quotidiana.

Os cuidados prestados neste tipo de apoio são individualizados, ou seja, acabam por variar de um paciente para outro. Cada pessoa tem a sua forma de ser, especificidades próprias e que devem ser compreendidas pelo cuidador, no sentido de lhe proporcionar a melhor experiência possível em todos os aspetos. Antes de passarmos aos verdadeiros benefícios do Apoio Domiciliário, deve ser salientado que este tipo de apoio está diretamente correlacionado com o aumento dos níveis de confiança do idoso, que acaba por se sentir mais confortável e capaz no ambiente da sua própria casa. Este acaba por ser um dos maiores benefícios associados ao Apoio Domiciliário a idosos.

Vamos agora apresentar alguns dos diferentes benefícios do Apoio Domiciliário a idosos:

  • Dedicação dos Profissionais

Ao contrário do que acontece em lares de idosos ou outros estabelecimentos destinados para o mesmo efeito, no Apoio Domiciliário os cuidados são personalizados e orientados apenas para o idoso em questão. Isto faz com que exista, consequentemente, uma maior dedicação e esforço por parte do cuidador na satisfação de necessidades do idoso.

 

  • Eliminação do Stress do idoso

Quando os idosos são tratados na sua própria casa, o fator do stress e da ansiedade deixam praticamente de existir. Isto vai contribuir para que os idosos possam realmente abrir-se com os seus cuidadores, construindo uma relação mais amigável e de maior confiança com os mesmos.

 

  • Supervisão do Quotidiano

Ao optar por este tipo de apoio, o cuidador poderá fazer uma vigilância no dia-a-dia do idoso e, a partir daí, detetar algumas situações que possam ser mais alarmantes como: recusa de comer, perda de peso, perda de memória ou dificuldade no raciocínio.

 

  • Sentimento de Independência

Os prestadores de cuidados poderão ajudar os idosos na manutenção do conforto e na segurança na sua vida no dia-a-dia. Este tipo de apoio vai fazer com que o sentimento de independência do idoso se prolongue por mais tempo e irá contribuir para a continuidade do seu bem-estar a médio ou longo prazo.

 

  • Acompanhamento de familiares e amigos

O Apoio Domiciliário permite as visitas dos familiares e amigos do idoso a qualquer dia e hora. Como sabemos, a pandemia COVID-19 fez com que tivessem de ser redobrados os cuidados na entrada nos lares de idosos, sendo  necessário ter vacinação completa e um teste antigénio negativo para efetuar visitas aos pacientes que se encontram nestes estabelecimentos. No Apoio Domiciliário não existe este tipo de entraves, facilitando-se a visita de familiares e amigos.

 

Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:

Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Amar de várias formas

audaz ajuda amar de varias formas

O amor é considerado um bem indispensável ao ser humano em qualquer idade, no entanto, é nos últimos anos de vida que este se pode tornar na chave para a qualidade de vida e manutenção da sanidade mental.

Muitos dos problemas físicos na vida de um idoso começam no espetro emocional. A pessoa percebe que, aos poucos, vai perdendo a independência que sempre teve e começa a possuir bastantes dificuldades para realizar tarefas simples, acabando por precisar da ajuda dos seus entes-queridos regularmente para as desempenhar.

Esta é uma situação difícil de aceitar, existindo sempre pessoas que sentem mais dificuldade que outras, ao ponto de deixar que isso afete o seu estado emocional. Neste caso, os idosos começam a sentir-se um fardo para os familiares e muitos deles acabam por se fechar numa depressão. Existe também a possibilidade de se começarem a denotar alguns transtornos mentais, como a bipolaridade, crises de ansiedade, delírios e Alzheimer. Estes são apenas alguns exemplos da infinidade de problemas que podem ser provocados por um longo período de solidão e abandono de um idoso.

Uma alternativa cada vez mais viável na vida de um idoso que sofra de alguns dos problemas mencionados são os relacionamentos. Afinal de contas, não existe idade certa para amar. Este tema é considerado um tabu na sociedade, existindo inúmeras pessoas viúvas que se boicotam de encontrar novamente o amor com medo do que os seus familiares, amigos ou pessoas mais chegadas possam pensar. O amor na terceira idade acaba por ser bastante importante para enfrentar situações do dia a dia e pode também trazer inúmeros benefícios na qualidade de vida das pessoas, entre eles:

  • Alívio do stress do dia-a-dia
  • Diminuição do risco de enfarte
  • Melhoria do sono
  • Ajuda na luta contra a depressão e sentimento de solidão
  • Aumento da saúde, bem-estar, autoestima e qualidade de vida do idoso

Por estas razões que foram apresentadas, os idosos não podem ter medo de amar e de se deixarem ser amados. Devem procurar uma pessoa que os possa completar em todos os sentidos e não ter receio nem vergonha de expor os seus sentimentos. O mais importante é que aproveitem a vida da melhor maneira possível, sempre com muito amor e carinho.

Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:

Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Higiene pessoal em Idosos

audaz ajuda higiene pessoal em idosos

A Higiene pessoal vai diminuindo à medida que a idade de um indivíduo avança. As suas dificuldades vão aumentando, principalmente no que diz respeito ao equilíbrio, na entrada e saída do banho e até para permanecerem de pé junto ao chuveiro. A Higiene torna-se um ótimo benefício na prevenção de doenças e infeções de bactérias ou vírus, por ajudar a manter o corpo do idoso sempre limpo e asseado.

É importante referir também que, independentemente do estado de saúde e idade da pessoa, o indivíduo deve sempre receber cuidados de Higiene pessoal. Este processo tem sempre um papel fundamental na vida dos idosos e torna-se indispensável que o façam o mais frequentemente possível.

A Higiene corporal é outro fator determinante na saúde de um idoso. Após o banho diário, devem ser secadas cuidadosamente todas as regiões do corpo, assim como deve ser utilizado também um creme hidratante para humidificar ao máximo a sua pele. Este tipo de Higiene é altamente recomendada para idosos que apresentem incontinência urinária. No caso de terem este tipo de doenças, é aconselhável a utilização de toalhas humedecidas que facilitem a sua Higiene e ofereçam ao idoso um maior conforto.

Passamos praticamente a nossa vida inteira a cuidar da nossa própria Higiene pessoal. É natural que, quando atingimos a terceira idade, se comecem a perder capacidades do nosso corpo e que, como consequência, deixemos de poder fazer a nossa própria Higiene pessoal, tendo este processo que ser feito por um cuidador. Por estas razões, os idosos sentem-se muitas vezes com pouca autoestima e envergonhados, acabando por se descuidar e resistir a este processo. Torna-se indispensável neste momento a empatia e maior atenção por parte do cuidador, para fazer com que os níveis de autoestima do idoso possam subir e também para que aceite que tratem da sua Higiene pessoal.

A Audaz Ajuda pode ajudá-lo neste processo por vezes tão complicado. No que diz respeito à hidratação da pele dos idosos, a Audaz Ajuda pode ajudá-lo neste sentido, com o Creme Hidratante ATL . Este produto tem uma excelente textura, é fácil de espalhar pelo corpo e tem uma rápida absorção que permite vestir-se logo após a sua aplicação. Já para a incontinência urinária, experimente a Fralda de Adulto INDASLIP, que conta com um revestimento exterior com um toque têxtil, transpirável e de máximo conforto para o idoso, com o objetivo de mitigar da melhor forma possível esta doença.

A Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:

Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Importância de um cuidador de idosos personalizado

audaz ajuda Importância de um cuidador de idosos particular

Cada fase da vida exige uma série de cuidados, da infância à terceira idade. E para que os idosos tenham mais qualidade de vida, existem os cuidadores, profissionais capacitados para cuidar de idosos. O cuidador é a pessoa responsável por alguém que não tem autonomia para realizar todas ou algumas das suas atividades diárias. Cuidar de um idoso é muito mais que apenas um ato isolado, na Audaz Ajuda definimos que cuidar é uma atitude. Para cuidar de idosos é preciso haver um conhecimento da pessoa que está a ser cuidada, responsabilidade, e acima de tudo afeto, que é um dos grandes pilares da Audaz Ajuda. Podemos cuidar do seu avô ou pai.

Existem inúmeras vantagens de optar por um cuidador de idosos personalizado. A primeira vantagem está associada ao facto de o cuidador saber exatamente as necessidades do idoso, assim como a maneira de o deixar o mais à vontade e confortável possível. Outra vantagem evidente de contar com este tipo de serviço tem haver com o auxílio imediato do cuidador em casos de emergências, como quedas ou choques por parte do idoso. O cuidador também pode ser bastante útil a administrar as medicações necessárias ao idoso nas horas que estiverem previstas, tirando essa responsabilidade à família. Apesar deste serviço ter todas estas vantagens, nós consideramos que a maior de todas é o sentimento de segurança e bem-estar para a família ao saber que estão a deixar o idoso nas mãos de um cuidador profissional personalizado que vai tratar da melhor forma possível do seu ente querido.

Existem dois tipos de cuidadores de idosos, de distinção bastante fácil: O cuidador formal e o cuidador informal. No caso da Audaz Ajuda, trata-se de um cuidador formal, por ser uma empresa prestadora deste tipo de serviços com uma estrutura preparada para dar resposta aos seus pacientes.

Esta área tem tido um crescimento visível em Portugal. Entre as várias razões que podem estar associadas a este tipo de crescimento, o principal motivo é o facto de um cuidador ser uma opção bastante viável quando os filhos não conseguem cuidar dos pais por falta de disponibilidade e não quererem que os pais vão para um lar de idosos, preferindo um tipo de tratamento mais personalizado e confortável para eles.

A Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:

Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Saúde mental na terceira idade

audaz ajuda saude mental na terceira idade blog

A saúde mental na terceira idade é um aspeto cada vez mais importante na vida dos idosos e que está em constante estudo por parte dos especialistas, por se tratar de uma área que está em crescimento exponencial nos últimos anos. A saúde mental está diretamente ligada à qualidade de vida dos idosos e precisa de ser tida tanto em atenção como o exercício físico e a alimentação. Ao longo deste artigo vai encontrar alguns fatores que podem estar na origem da perda de saúde mental dos idosos, assim como uma análise do impacto que a pandemia teve nesta área e algumas dicas sobre como preservar a saúde mental na terceira idade.

A perda de saúde mental na terceira idade pode estar associada a alguns fatores como:
• Perda de pessoas próximas
• Solidão
• Isolamento social
• Transformações sociais que não conseguem acompanhar
• Aparecimento de doenças

Com o aparecimento da pandemia, a saúde mental tornou-se um problema crescente para os idosos, devido ao facto de estarem limitados de verem os seus familiares e terem sido forçados a permanecer em casa ou em lares. Estas restrições quebraram, em alguns casos, totalmente a sua rotina de vida e, consequentemente, tiveram um impacto devastador na sua saúde mental.

Os idosos foram expostos a um conjunto de mudanças sociais durante o período de pandemia, às quais tiveram de se adaptar:

  • As videochamadas para contactarem e verem os seus familiares por períodos mais prolongados
  • Utilizar máscara facial cada vez que tinham contacto com alguém ou fazer algum tipo de atividade exterior
  • Períodos longos de solidão durante os confinamentos que aconteceram
  • Restrições na prática de exercício físico

É de salientar que muito mais importante do que estar atento aos sinais de possíveis problemas relacionados com a saúde mental, é essencial incluir alguns cuidados no dia-a-dia dos idosos. Estas ações de prevenção podem parecer simples, mas têm um contributo enorme na manutenção do bem-estar emocional na terceira idade.

Destacamos algumas ações que devem ter um impacto positivo na manutenção da saúde mental dos idosos:

  • Momentos de lazer
  • Um sono descansado
  • Uma rotina saudável
  • Acompanhamento psicológico frequente
  • Atividades diárias para melhorarem a sua autonomia

A Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:
Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Diferença entre material ortopédico e material geriátrico

audaz ajuda diferença entre material ortopédico e geriátrico

Ortopedia/ Material Ortopédico

Dá-se pelo nome de ortopedia a ciência que trata as doenças do sistema músculo-esquelético. Esta especialidade tem um papel muito importante na manutenção da qualidade de vida das pessoas, visto que diagnostica e trata uma série de doenças do corpo humano como hérnias, epicondilite lateral, artrose, entre outras. Os principais motivos que levam as pessoas a procurar a ortopedia são normalmente a dor, incapacidade funcional e/ou deformidade.
Os materiais ortopédicos são os produtos que as pessoas adquirem quando têm alguma das lesões acima referidas. São bastante utilizados nas lesões desportivas, como roturas do tendão de Aquiles, Luxações do ombro ou lesões dos ligamentos e meniscos do joelho. No caso dos idosos, estes materiais podem ser também indicados em lesões relacionadas com a mobilidade e com o desgaste dos ossos, como fraturas e contusões musculares.


Apresentamos agora alguns dos materiais ortopédicos presentes na loja online da Audaz Ajuda:

 

Geriatria/ Material Geriátrico

Geriatria é o ramo da medicina que se foca o estudo, a prevenção e o tratamento de doenças e da incapacidade em pessoas com idades avançadas geralmente superior a 60 anos. O principal objetivo da geriatria é acompanhar os idosos no seu processo de envelhecimento, estudando, prevenindo e tratando doenças, com o grande objetivo de prolongar a sua vida e melhorar a sua qualidade de vida.
Os materiais geriátricos funcionam como suporte para os auxiliares de geriatria garantirem a melhor qualidade e conforto no dia-a-dia para os seus pacientes. Estes materiais têm uma área de atuação muito abrangente, não se focando apenas no tratamento de lesões ou problemas de mobilidade, mas também no auxílio das necessidades básicas dos pacientes. Funcionam muitas vezes como prevenção de lesões e contribuem bastante para o aumento do conforto e da qualidade de vida dos seus utilizadores.


Vamos apresentar também alguns Materiais Geriátricos existentes na nossa loja online:

 

Podemos afirmar que a principal diferença entre estes dois tipos de materiais reside na finalidade da sua utilização. Ou seja, os materiais ortopédicos são, por norma, utilizados quando existe algum tipo de lesão. Enquanto os materiais geriátricos são mais indicados para satisfazer as necessidades básicas das pessoas de idade e previnem, muitas vezes, as suas lesões e o desconforto que lhes possa causar.

Visite a nossa loja online e experimente os nossos produtos de material ortopédico e material geriátrico.

A Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objetivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:
Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Importância do apoio domiciliário a idosos

audaz-ajuda-Importância-do-apoio-domiciliário-a-idosos

O apoio domiciliário a idosos é o conjunto de cuidados prestados por profissionais de saúde ao domicilio a idosos. Muitas pessoas optam pelo apoio domiciliário a idosos, com o principal objetivo de lhes proporcionar uma maior e melhor qualidade de vida.

O apoio domiciliário a idosos exige tempo, dedicação e paciência. Nem sempre a pessoa que precisa de tratamento aceita receber ajuda, por isso é que se torna tão importante deixá-la confortável na sua própria casa. Dentro da sua residência, o idoso está num ambiente mais propício a nutrir boas lembranças, ter o amor e carinho dos seus familiares e a sentir- se mais seguro. O que normalmente acontece é que as pessoas mais próximas não têm disponibilidade e/ou o conhecimento para lidar com as diferentes necessidades do idoso. É neste contexto que ter o apoio profissional se torna uma excelente alternativa.

Enquanto a função dos profissionais em ambiente hospitalar é a manutenção da vida dos idosos, o objetivo do profissional no apoio domiciliário a idosos deve ser trazer conforto e segurança para a família, o que se costuma refletir na sua qualidade de vida.

O apoio domiciliário a idosos está associado à manutenção do idoso, potenciando-lhe o máximo possível de bem-estar físico, psicológico e independência nas atividades do seu dia-a-dia. A finalidade do apoio domiciliário a idosos é mantê-los em casa, dando-lhes um cuidado mais especializado em ambiente familiar, poupando também o idoso de hospitalizações desnecessárias.

Geralmente, o apoio domiciliário a idosos é mais indicado a pessoas com síndromes de imobilidade, como a prevenção de úlceras por pressão, incontinência urinária e problemas de mobilidade. Para ajudar a corrigir este tipo de problemas, veja os nossos produtos Calcanheira Anti Escara, Penso Incontinência INDAS e Bengala Desdobrável.

 


O Serviço de Apoio Domiciliário é uma resposta social que consiste na prestação de cuidados individualizados e personalizados no domicílio, a indivíduos e famílias quando, por motivo de doença, deficiência ou outro impedimento, não possam assegurar temporária ou permanentemente, a satisfação das suas necessidades básicas e/ou as atividades da vida diária.

A Audaz Ajuda foi fundada em 2010 por profissionais credenciados na área da Psicologia, Geriatria e Cuidados Continuados. A humanização dos cuidados que prestamos e a qualidade dos serviços é o nosso principal objectivo e temos por missão Valorizar a Vida. Possuidores de alvará da Segurança Social a nível de Cuidados Domiciliários Especializados.

Fale connosco:
Telefone: 210 936 938
Telemóvel: 936 142 313
E-mail: geral@audazajuda.pt

Cérebro saudável Apoio Domiciliário

Cérebro saudável

Transpirar na sauna ajuda a manter o cérebro saudável

O estudo vem do país em que a sauna é tradição: investigadores finlandeses garantem que umas horas de transpiração por dia ajuda a manter o cérebro saudável e a prevenir doenças como Alzheimer.

Para um Acompanhamento Personalizado solicite a AudazAjuda.

Há já 20 anos que os investigadores da Universidade da Finlândia Leste acompanham um grupo de 2300 homens, atualmente de meia-idade. Concluíram que aqueles que frequentam a sauna de dois a sete dias por semana têm 66% menos probabilidade de desenvolverem demência e 65% menos de desenvolverem Alzheimer, do que aqueles que só vão à sauna uma vez por semana.

“Tivemos em conta outros fatores, como a atividade física ou fatores socioeconómicos. Existe de facto um efeito da sauna nestes resultados”, garante o investigador e professor de medicina Jari Laukkanen. Salienta no entanto que este estudo apenas se debruçou sobre homens finlandeses e que será interessante fazer outros com diferentes grupos etários e outras nacionalidades.

As conclusões da investigação, publicada na revista científica Age and Ageing, vão ainda mais longe, sugerido que os benefícios se estendam do cérebro ao coração.
Os homens que frequentam a sauna sete vezes por semana têm menos probabilidade de morrer com doenças cardíacas, comparando com aqueles que vão à sauna uma vez por semana. “Na sauna, o batimento cardíaco aumenta à medida que começamos a transpirar. É um pouco como o exercício físico”, explica Laukkanen. “Depois da sauna, a pressão arterial está mais baixa”.

News source: Sic Notícias.

Apoio Domiciliário manter o cérebro saudável, para mais informações contacte-nos!

Telefone: 210 936 938

Telemovel: 936 142 313

Mail: geral@audazajuda.pt

Visite o nosso Google+
Visite o nosso Facebook